O que significam as nódoas negras?

nodoas_negras.jpg

Quem nunca teve nódoas negras que levante a mão. Especialmente na infância, com todas as cabeçadas e quedas de bicicleta! Mas o que significa o facto de as termos com frequência na idade adulta sem dar por isso?

Comecemos por esclarecer o que é uma nódoa negra (ou hematoma, na linguagem médica). Quando o corpo sofre um trauma (uma queda, uma pancada ou um corte), os vasos sanguíneos rebentam e o sangue transborda para a área envolvente, o que dá aquele aspecto escuro de “sangue pisado”. E ao contrário daquilo que se pensa, o gelo não resolve o problema porque o frio estagna a circulação e neste caso o que é preciso é reactivá-la. Assim, e apesar de parecer contra-intuitivo, o melhor é mesmo fazer uma massagem para dissipar o sangue.

Para a medicina chinesa o Baço-Pâncreas é o responsável pela manutenção do sangue dentro dos vasos e a facilidade em fazer nódoas negras é um sinal claro da fraqueza energética deste órgão. E como é raro aparecerem de forma isolada, há sinais e sintomas que acompanham esta tendência, como cansaço constante, sensação de cabeça vazia, problemas de memória, estados depressivos, apetência por doces, dificuldade em fazer a digestão, derrames ou varizes.

O que causa então o enfraquecimento do Baço-Pâncreas? Normalmente são vários factores em conjunto, entre os quais, ingestão frequente de alimentos crus, frios, açucarados e processados, preocupação constante, passar muito tempo sentado ou deitado e excesso de trabalho físico e mental.

Assim, se dá por si a encontrar nódoas negras que não sabe como fez e se tem alguns dos sintomas mencionados, cuide do seu Baço-Pâncreas – prefira alimentos cozinhados, naturais e de cor amarela/laranja, encontre formas de descansar e descontrair, pratique exercício físico suave e faça massagens e acupunctura.

Filipa Ribeiro